Share on FacebookShare on LinkedIn

 

Este artigo é para quem quer investir no Tesouro Direto, mas não sabe qual título escolher. É para quem já leu sobre isso, tentou entender, mas ainda não se sente seguro para fazer o investimento.

Pois bem, talvez você já tenha se deparado com a lista de todos os 10 papéis que compõem o Tesouro Direto. Eles estão na tabela abaixo (retirada do site oficial do Tesouro).

Tesouro Direto: Tabela completa dos títulos, rentabilidade, vencimento e preços

De fato, é muita informação. Existem os títulos pós e prefixados, diferentes datas de vencimento, indexadores e blablablá…

Pior: cada título tem seus próprios riscos e oportunidades (aqui a lista dos riscos de cada título do Tesouro).

Mas por que a maior parte dos conteúdos sobre o Tesouro Direto que você já viu não resolveu a sua dúvida?

Provavelmente porque eles primeiro procuram ensinar os conceitos, para que depois você se vire para aplicar.

Por isso resolvi fazer o inverso. Montei um diagrama que parte da sua necessidade e da sua disposição de correr riscos.

Primeiro passo: Defina quando você vai precisar do dinheiro

A primeira coisa é saber quando você vai precisar do dinheiro que está investindo. Não é necessário saber exatamente o dia ou mês, mas sim se existem títulos que você conseguiria carregar até a data de vencimento.

Então, na tabela acima, veja que na primeira linha nós temos o título “Tesouro IPCA+ 2024”. A data de vencimento dele é em agosto de 2024. Você acha que, se investir nesse papel hoje, você vai precisar resgatar antes de 2024? Anote quais títulos você conseguiria segurar até o vencimento e quais você não conseguiria ou não tem certeza. 

Passos seguintes

Os passos seguintes vão variar de acordo com a sua resposta. Por isso preparei o diagrama abaixo.

Comece respondendo a pergunta do quadro laranja: “Vou conseguir segurar o título até a data de vencimento?”. Se a resposta for “sim”, ou seja, se existem papéis que você vai conseguir carregar até o vencimento, continue respondendo as demais perguntas, de acordo com a sua disposição de correr riscos.

Como escolher os títulos do Tesouro Direto

Ao chegar à última resposta, veja se o papel sugerido está disponível na data de vencimento que você pode cumprir. Por exemplo, se a resposta foi “Seu título é o Tesouro Prefixado”, veja se existe um título Prefixado com uma data de vencimento se seja viável para você. Se existir, parabéns! Você chegou a um título que vai render de acordo com o seu perfil de risco.

Caso o título sugerido não tenha disponibilidade na data de vencimento que você deseja, você pode:

  • Voltar à questão inicial (no quadro laranja), responder “não / não sei” e continuar respondendo as questões seguintes, de acordo com a seta;
  • Ou você pode ver na sua corretora se existe um título público fora do Tesouro Direto com uma data de vencimento que seja viável para você. Por exemplo, se a sugestão era o título Tesouro Prefixado, pergunte na sua corretora se é possível comprar esse título em uma data de vencimento mais curta.

Esta segunda opção confunde algumas pessoas. Ora, como tem título público que não é do Tesouro Direto?

Sim, isso existe. O Tesouro Direto, como eu disse, é um canal por meio do qual as pessoas físicas podem comprar títulos públicos. Mas não são todos os títulos públicos que estão à disposição nesse canal. Alguns estão fora do Tesouro Direto e você só consegue comprar no mercado secundário, ou seja, você compra não diretamente do Tesouro, e sim de pessoas que estejam querendo vendê-los.

Quais os riscos de cada título do Tesouro?

Este diagrama foi extraído do ebook “Tesouro Direto: Riscos e Oportunidades de Cada Título”.

Nele você vai ver tudo o que pode acontecer de bom ou de ruim quando você investe em cada título Tesouro. Clique no botão abaixo para saber mais sobre o ebook. 

Saber mais sobre o ebook

 

Se você quer entender o Tesouro Direto rapidamente, em bem menos tempo do que você levaria pesquisando em qualquer conteúdo gratuito, acesse o ebook.

Caso você por qualquer motivo se arrependa de ter comprado, me avise em até 15 dias, e eu devolvo 100% do valor pago. Basta enviar um e-mail pedindo reembolso para silvio.crespo@dinheiropraviver.com.br.

Clique no botão abaixo para finalmente começar a investir no Tesouro Direto:

Saber mais sobre o ebook

 

Share on FacebookShare on LinkedIn

Sílvio Crespo

Jornalista econômico e educador financeiro. Foi editor-assistente de Economia do portal do Estadão. Ganhou duas vezes o prêmio de melhor blog do jornal O Estado de S. Paulo e uma vez o prêmio Case New Holland de Jornalismo, pelo blog Achados Econômicos, do UOL.