Share on FacebookShare on LinkedIn

Por Sílvio Crespo

[Siga meus conteúdos também no Youtube]

Recentemente publiquei um artigo no Estadão em que listava as ofertas de investimentos mais interessantes da Black Friday deste ano.

Sim. Para quem não sabe, hoje existe Black Friday não só para quem quer consumir, mas também para quem quer investir o próprio dinheiro.

Muitas pessoas me perguntam onde eu invisto. Vou abrir para você quais foram as ofertas, da lista que que publiquei no Estadão, que eu mesmo resolvi aproveitar.

E se você estiver lendo este post depois que já passou a Black Friday, recomendo ver essas 3 formas de impulsionar a rentabilidade sem correr tanto risco.

1. CDB a 123% do CDI

Resolvi investir no CDB com rendimento de 123% do CDI (o que é isso?) oferecido pela corretora Rico.

Fazendo uma pesquisa, você vai ver que é muito difícil encontrar uma aplicação de baixo risco com esse rendimento. E se encontrar, certamente essa aplicação não terá um prazo de apenas dois anos e meio. Normalmente, o prazo será o dobro disso.

A consultoria-robô Magnetis publicou um artigo muito interessante dando 6 dicas para não investir por impulso. Achei genial porque normalmente as pessoas consomem por impulso. “Investir por impulso” foi a primeira vez que vi, mas, de fato, com a Black Friday existe esse risco.

Ou seja, é preciso se certificar de que o investimento ofertado de fato atende a sua necessidade.

No meu caso, bateu com a minha necessidade porque eu estava atrás de investimentos que rendessem acima de 120% do CDI, mas não queria prazo muito longo. Os melhores CDBs, como eu disse, costumam ter prazo de 5 anos.

2. Análises de ações e fundos imobiliários

Aproveitei o fato de que a casa de análises Suno Research estava permitindo parcelar a assinatura anual em 12 vezes.

Estou montando uma carteira de ações com objetivo de dividendos e quero aproveitar as oscilações que a Bolsa deve ter nos próximos 12 meses, por causa do ano eleitoral. A assinatura de um serviço de análises é importante para esse meu objetivo, pois me ajuda a encontrar “barganhas” na Bolsa, ou seja, ações de boas empresas que possam estar sendo vendidas a um preço excepcionalmente baixo.

Meu objetivo é aumentar a rentabilidade da minha carteira, no atual cenário de juros mais baixos na economia brasileira. Pretendo compartilhar neste espaço minhas impressões sobre esta casa de análises.

Esses foram os meus dois investimentos nesta Black Friday. Não quer dizer que essas ofertas sejam as melhores para o seu caso.

Aproveito para reforçar que não ganho comissão nem qualquer tipo de patrocínio das empresas citadas neste post. Estou apenas compartilhando minhas decisões de investimento. Se você tiver outras ideias ou alguma dúvida, deixe aqui nos comentários! Para receber mais dicas, se inscreva no canal do Dinheiro pra Viver no Youtube e participe do grupo do blog no Facebook.

 

Share on FacebookShare on LinkedIn

Sílvio Crespo

Jornalista econômico e educador financeiro. Foi editor-assistente de Economia do portal do Estadão. Ganhou duas vezes o prêmio de melhor blog do jornal O Estado de S. Paulo e uma vez o prêmio Case New Holland de Jornalismo, pelo blog Achados Econômicos, do UOL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *