Share on FacebookShare on LinkedIn

“Ainda vale a pena investir em criptomoedas? Será que não é uma bolha? E se algumas delas forem de fato promissoras, como vou separar o joio do trigo?”

Pensando nessas questões que tenho ouvido de muita gente, resolvi fazer um experimento com meu próprio dinheiro. Investi R$ 500 em 20 criptomoedas diferentes, totalizando um capital inicial de R$ 10 mil.

Pretendo fazer um relatório mensal desse experimento uma vez por mês e enviar por e-mail aos interessados em acompanhar. Se quiser receber, cadastre seu e-mail aqui.

Se você está lendo este artigo, provavelmente acompanhou a valorização estratosférica de algumas criptomoedas nos últimos tempos.

Conforme mencionei em artigo no Estadão, em um ano o bitcoin subiu mais de 1.000%, tanto em relação ao real quanto em relação ao dólar. Outras das principais moedas tiveram altas ainda mais expressivas, como o ripple (mais de 35.000% em relação ao dólar), o ethereum (9.000%) e o litecoin (5.000%).

A ideia do experimento é criar uma carteira diversificada de criptomoedas, na qual seja possível diluir o risco e melhorar a relação risco-retorno. Sim, porque enquanto algumas criptomoedas sobem, outras descem.

Meu objetivo é criar uma espécie de “Ibovespa das criptomoedas”. O Ibovespa é o índice que reúne as ações mais negociadas da Bolsa de Valores de São Paulo.

Nessa carteira, optei por escolher as 15 maiores criptomoedas, e mais 5 que em minha visão são importantes.

Quando eu digo “maiores criptomoedas”, me refiro às que têm maior capitalização. Por exemplo, o bitcoin é a com maior capitalização de todas. Hoje, todos os bitcoins em circulação no mundo, somados, valem mais de US$ 200 bilhões.

O rippple aparece em segundo lugar, com uma capitalização superior a US$ 90 bilhões. O ethereum está em terceiro, acima de US$ 84 bilhões. E assim por diante.

Decidi que na carteira eu deveria incluir ao menos as 15 criptomoedas com maior capitalização no momento da compra (dia 31/12/2017). Usei como fonte para capitalização o site CoinMarketCap.

Veja abaixo a lista de todas as criptomoedas que incluí na carteira e o valor investido. Aproveitei e já coloquei na tabela também uma terceira coluna, com o valor do investimento atualizado, em reais.

Por exemplo, a primeira linha informa que investi R$ 500 em bitcoin e, um dia depois, se eu fosse vender, teria R$ 515. A última linha traz o total: após investir R$ 10 mil, se eu fosse vender tudo um dia depois, venderia pelo preço de R$ 11.715 (sem descontar imposto e as tarifas cobradas nas transações).

Carteira de investimento em criptomoedas

CriptomoedaValor investido (R$)Valor após 1 dia (R$)
TOTAL10.00011.715
Bitcoin500515
Ripple500609
Ethereum500561
Bitcoin Cash500523
Cardano500509
Litecoin500528
Iota500585
NEM500556
Dash500541
Stellar500759
Monero500577
EOS500605
NEO500546
Qtum500603
Bitcoin Gold500601
Verge500404
Ethereum Classsic500692
Railblocks500869
Decred500603
Dogecoin500530

Com este experimento, pretendo compartilhar também minhas experiências ao longo do processo, da escolha das corretoras (exchanges) até o uso das carteiras.

Para receber as atualizações do experimento, informe seu e-mail no formulário abaixo.


Share on FacebookShare on LinkedIn

Sílvio Crespo

Jornalista econômico e educador financeiro. Foi editor-assistente de Economia do portal do Estadão. Ganhou duas vezes o prêmio de melhor blog do jornal O Estado de S. Paulo e uma vez o prêmio Case New Holland de Jornalismo, pelo blog Achados Econômicos, do UOL.

68 Replies to “Experimento: R$ 10 mil investidos em 20 criptomoedas. Acompanhe

  1. Até que enfim um jornalista resolveu fazer um experimento sério e não ficar falando asneira na base de achismo. Quem sabe com isso os colegas de profissão aprendem com você e começam a escrever o que realmente importa.

    Parabéns pela iniciativa Silvio. Tenho algumas ressalvas sobre as moedas que escolheu e gostaria que comentasse o porquê delas.

    Saudações
    Paulino Michelazzo

  2. Boa tarde.
    Será interessante acompanhar este resultado, mas afinal qual corretora vocês fez as compras Bittrex? As corretoras do Brasil não tem todas as moedas. Você acha a Bittrex segura? Tem algum tutorial explicando como investir nela ou em outra, pois estão todas em inglês e sempre quando tem algum problema fica difícil resolver. Tenho o cadastro na Bittrex, mas quando precisa converter de Bitcoins para a moeda, ou dolar me atrapalho todo.

    atg
    Helder

    1. Helder, para trocar real por BTC eu usei a Foxbit. Para trocar BTC pelas demais, usei: Poloniex, Bitfinex, BitGrail e Binance. Tem muita gente me perguntando sobre corretoras e estou pensando em fazer um artigo explicando isso. Quais corretoras escolhi para cada criptomoeda. Vc cadastrou seu e-mail para receber atualizações sobre a carteira? Se cadastrou, eu te mando por e-mail essa explicação qdo ficar pronta. Um abraço

  3. Como voce comprou? existe alguma corretora de criptomoedas para se operar que voce recomenda ? por favor me responda por email. Desde ja agradeco, Eduardo.

  4. Olá Silvio, qual a corretora que você usou para investir nessas 20 moedas? Se foi uma corretora fora do Brasil, como você fez para enviar dinheiro para lá pagando o mínimo de taxas possível? Obrigado.

  5. Seria interessante postar como vc conseguiu comprar as altcoins, pq muita gente só sabe como comprar bitcoins por não saber como comprar outras moedas.

    1. Paulo, para adquirir e vender, vc usa corretoras (exchanges) especializadas. Para guardar, vc usa uma carteira virtual. Vou falar sobre isso mais para frente. Veja a resposta que dei para o comentário do Helder. Um abraço

  6. Olá, Silvio. Parabéns pela iniciativa. Você poderia disponibilizar os detalhes de quais exchange ou forma como conseguiu negociar todas as criptocoins? Grato

  7. Srs Boa noite.
    Me cadastro com o objetivo principal de avaliar a evolução das moedas perante o real e estudar a forma , no futuro, de convertê-las em reais etc……
    Grato
    Moacir Toscano

  8. Bom dia,

    Como faço para repetir o seu experimento? Sou iniciante no mundo das criptomoedas, mas achei muito interessante o seu experimento, mas não consegui um local que pudesse fazer esse investimento no Brasil. Pelo que li tenho que ter uma carteira, mas onde? Se puder ajudar será muito bom.

  9. Prezado Sílvio, realmente a criptomoeda é uma opção de investimento bem sedutora, não obstante as resistências das instituições financeiras e os Bancos Centrais de diversos países.
    Estou acompanhando e , com seu auxílio e de um amigo, já investirei.
    Obrigado.

  10. Silvio, complementando minhas duvidas originais (que nao foram postadas) que 1 delas foi bem respondida (corretoras/exchanges), seria interessante mencionar sobre as Wallets para manter os tokens e também os custos relacionados a cada transação de compra e exchange. Com isso o estudo ficará mais completo ainda, coisa bem rara de se achar por ai, fica aí um abraco de agradecimento e parabéns !

  11. Silvio muito legal sua iniciativa. Serviu para ampliar os horizontes de muitas pessoas – eu incluído rsrsr. Seria legal se você descrevesse o processo da compra e corretoras, para que a gente possa se aventurar por esse mundo das criptomoedas. Parabéns! Me cadastrei para receber novidades sobre seu experimento.

  12. Boa tarde Silvio,
    Primeiramente gostaria de dizer que esse é um excelente post.
    Mas o que eu gostaria de saber é se vc poderia me tirar umas duvidas a respeito de como funcionam as corretoras de criptocoins no Brasil. rsrs…
    Achei poucas que trabalham com modedas digitais diferentes de bitcoin e ethereum.
    Para eu comprar outras moedas eu teria que comprar bitcoin numa corretora do Brasil, tansferir pra uma corretora no exterior, e então fazer a troca de bitcoin pelas moedas de minha preferencia?
    Voce poderia me explicar o método usado por voce ou as maneiras que voce conhece de fazer isso?

    Obrigado.

  13. OK, você identificou diferenças entre as moedas. E daí? O que fazer com a informação? Em quais você continuaria investindo seu dinheiro disponível? Nas que se valorizaram mais ou menos?

  14. Silvio, Boa Tarde!
    To pensando em entrar nesse negocio mas investindo apenas para ganhar um dinheiro por fora. E estou querendo começar pelas moedas mais baratas, ainda preciso estudar um pouco sobre pra entender como funciona pra quem sabe mais a frente tirar um lucro bacana.
    Como poderia tirar algumas dúvidas com você?

  15. Olá, Sílvio,
    Excelente iniciativa! Estou, há poucos dias, enveredando nas informações deste mundo novo das criptomoedas, blockchain… tentando captar as mensagens, rsrsss.
    Quero entender primeiro, pra investir em algo com consciência, inclusive, dos riscos.
    Vou te acompanhar nessa jornada, ok!
    Pra que todos tenham acesso aos esclarecimentos de todas as dúvidas, e troca de informações, não seria interessante compartilhá-las em um grupo? O formato você escolhe. O que acha? Abraço! Mônica.

  16. Excelente artigo, Sílvio. Estou ansioso para receber as atualizações e as informações solicitadas em outros comentários. Já me cadastrei. Comecei a investir em Bitcoin há alguns meses seguindo sua sugestão e quero ver as possibilidades com outras criptomoedas.

  17. Olá, gostaria de um esclarecimento seu. A queda brusca do preço do bitcoin hoje, por causa das notícias de Seul, que estuda banir a moeda do país, reflete na valorização ou desvalorização das demais? Ajuda a melhorar o preço das demais?

  18. Rapaz !!!
    Queria ter sua coragem para meter a cara nessa jornada ! Por enquanto apenas leio, leio , leio ….
    Curioso para saber como está sua carteira hoje ….
    Ripple vai estourar a bolha mesmo ?
    Abraço e parabéns !!

  19. Silvio, porque você não faz uma planilha dinamica excel que le o XML da cotação de todas as corretoras ou do coinmarketcap.com que atualiza a cotação automaticamente e mostra a evolução de cada moeda ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *